Arquivo da tag: fisiologia política

Uma carta ridícula

        O POETA Fernando Pessoa dizia que “todas as cartas de amor são ridículas, e não seriam cartas de amor se não fossem ridículas”. É exatamente esse poema de Álvaro de Campos (heterônimo de Fernando Pessoa) que me … Continuar lendo

Publicado em Avesso | Marcado com , , , , | Deixe um comentário