A lista de Odebrecht

        AQUELE filme do Steven Spielberg, que fez grande sucesso nos anos 90, A Lista de Schindler, contava a história de um empresário alemão que salvou mais de mil judeus do holocausto. Oskar Schindler era um empresário de confiança do regime nazista – fabricava panelas para o exército alemão -, mas elaborou uma lista de judeus com documentos falsificados para que eles fossem considerados funcionários indispensáveis à sua empresa. Com isso, conseguiu retirar mais de mil deles de um gueto em Cracóvia que fora logo em seguida massacrado pelas tropas de Hitler.

      Dizem que a Lista de Odebrecht, na delação premiada, vai fazer exatamente o contrário: vai incluir mais de duzentos políticos de alto escalão, de todos os grandes partidos brasileiros, para serem “massacrados” pelas tropas da Lava Jato, pois todos eles teriam recebido propinas e financiamento ilegal de campanha por parte da empresa. Isso dizem. Mas não sei, não. Tem gente achando que essa lista sofrerá um “recorte” para pegar apenas o ex-presidente Lula da Silva. Dizem isso porque a delação do executivo da Odebrecht, Alexandrino Alencar, fora recusada anteriormente porque ele não incriminava o Lula; e agora fora aceita pela Lava Jato exatamente porque ele passou a incriminar o Lula.

          Essas delações premiadas ainda vão acabar é virando piada. Piada tétrica, mas piada. E por dois motivos. Em primeiro lugar porque, como se sabe, as delações (que são um mecanismo de prova muito controvertido pois, com elas, o Estado faz acordo com bandido) têm de ser “espontâneas”; porém, elas têm sido obtidas até agora (como no caso da Odebrecht) coercitivamente, mediante prisão. Em segundo lugar, o delator deve ficar livre para dizer o que sabe; porém, no caso da Lava Jato parece que as delações só são aceitas se o delator incriminar uma determinada pessoa, ou um determinado partido – o Lula e o PT.

        A mídia já está preparando a opinião pública para aceitar a delação da Odebrecht assim, “recortada”, dirigida contra o líder do Partido dos Trabalhadores. Já andam dizendo que a delação de Marcelo Odebrecht demorou muito porque ele queria obter uma pena muito pequena. Não é isso, não. Cuidado. A delação do presidente da Odebrecht demorou muito porque ele não incriminava o Lula. E agora foi aceita porque, segundo dizem, mudou de ideia… e vai delatar o ex-presidente da república pra sair da cadeia.

         Vamos esperar pra ver se essa delação da Odebrecht vai ser mesmo “democrática”, entregando políticos de todos os partidos, ou se vai ser “dirigida”, entregando apenas cabeça de petista. Se ela for “democrática”, se entregar todos os políticos e todos os partidos financiados pela empresa, então saberemos em detalhe aquilo que todos já sabemos desde os anos 90, desde a Operação Mãos Limpas na Itália: o sistema político liberal-burguês é corrupto, é irrigado pelo dinheiro dos poderosos que, além de obterem vantagens ilícitas nos contratos públicos, passam a exercer e controlar o poder político.

           Se a Lista de Odebrecht for dirigida apenas contra um partido, ou contra uma pessoa apenas, então não saberemos os detalhes de como funciona nosso sistema político corrupto, e ainda por cima ficará claro que a Lava Jato não tem nada a ver com a Operação Mãos Limpas (Mani Pulite) da Itália, pois lá as investigações acabaram com todo o sistema político-partidário italiano – da Democracia Cristã, à direita, ao Partido Socialista, à esquerda – sem perdão.

          Vamos ver se a Lista de Odebrecht – que já andou circulando por aí, informalmente, com nomes de políticos de todos os grandes partidos -, tem mesmo compromisso com a verdade ou se esse compromisso é apenas com a meia-verdade. Vamos ver se a Lava Jato quer mesmo entregar todos os políticos que se envolveram em corrupção ou se quer entrergar apenas alguns deles. Vamos ver se a Lista de Obedrecht, como a Lista de Schindler, se salva moralmente ou se salvará apenas a pele dos golpistas.

           Vamos ver!…

__________

http://www.avessoedireito.com

Esse post foi publicado em Avesso e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s