As 7 causas do impeachment

          APENAS os mais distraídos (ou mais iludidos) ainda acham que a presidenta Dilma Rousseff está respondendo a esse nebuloso processo de impeachment por causa das famosas “pedaladas fiscais”. As verdadeiras causas que desencadearam a revolta contra a presidenta da república, e que agora estão forjando também as condições políticas e o ambiente favorável ao seu impedimento, passam longe das “pedaladas”, ou de quaisquer outros crimes de responsabilidade que se pudessem imputar à ocupante do Palácio do Planalto.

              Há pelo menos sete causas (reais) que explicam, para além dessa baboseira toda de “pedaladas” e “crimes”, o processo de impeachment que está em curso na Câmara dos Deputados.

           A primeira causa do levante golpista começou em 2012, exatamente quando Dilma Rousseff trouxe a taxa básica de juros (Selic), que incide sobre a dívida pública do governo, para inimagináveis 7,25%, baixando também os juros ao consumidor praticados pelos bancos públicos, de modo que o Banco do Brasil e a CEF, superando até mesmo o Bradesco, atingissem 45% do mercado na oferta de empréstimos e financiamentos populares.

        A segunda causa muito poderosa do impeachment foram as quatro derrotas consecutivas da direita no Brasil, bem como a perspectiva de continuidade do projeto de governo popular-democrático e nacional-inclusivo do Partido dos Trabalhadores, que já é o partido com mais tempo no governo desde a redemocratização.

               A terceira causa é a existência de uma oposição medíocre e irresponsável, liderada pelos demo-tucanos que não conseguiram derrotar o PT nas urnas, mesmo com “mensalão” e “petrolão”, e resolveram “pôr fogo no circo”, partindo para o “quanto pior, melhor”, usando jovens deputados do “baixo clero” e o garotão Aécio Neves, escalados pelos “cardeais” da oposição para fazer esse serviço menor.

          A quarta causa é a atual legislatura do Congresso Nacional que tem uma das composições mais reacionárias da nossa história democrática, cujos integrantes foram majoritariamente financiados por bancos, agronegócio e evangélicos, de modo que o Congresso não tem mais partidos com programas e ideologia, tem apenas um bando amorfo de parlamentares que defendem exclusivamente interesses privados em detrimento do interesse público.

               A quinta causa é a fatalidade histórica que consiste na chegada de Eduardo Cunha ao Congresso Nacional onde ele detém várias cadeiras de deputados financiados por ele próprio, como se tivesse “comprado” para si uma parte do parlamento e da democracia representativa brasileira, constituindo-se num aliado truculento da direita para derrubar a presidenta, sobretudo depois que o “império” dele caiu com as revelações vindas da Suíça.

              A sexta causa é que o poder midiático no Brasil, fortemente concentrado e liderado pelo Grupo Globo, já não suporta mais ficar tanto tempo (16 anos) sem influenciar o resultado de uma eleição presidencial e sem fazer um presidente da república, como aconteceu no passado quando a Globo foi buscar o obscuro Fernando Collor em Alagoas e o transformou no primeiro presidente eleito pelo voto direto após a abertura democrática.

              Por fim, a última causa é mesmo o preconceito das elites e de parte da classe média contra um governo trabalhista, de extração nitidamente popular, com raízes nos movimentos sociais e no movimento sindical, cujo desempenho ficou marcado pela ascensão social de 40 milhões de pobres e miseráveis que passaram a ocupar e dividir os espaços que até então eram franqueados apenas aos de cima e aos mais aptos.

             É realmente muito difícil apontar outras causas do impeachment da presidenta além dessas; se bem que não de todo impossível que esse golpe tenha sido projetado bem longe daqui – por alguns outros motivos.

__________

http://www.avessoedireito.com

Esse post foi publicado em Avesso e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para As 7 causas do impeachment

  1. FERNANDO CESAR DE MATOS disse:

    Parabéns Antônio Alberto, sempre lúcido e perspicaz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s