Jornalismo ou intriga?

             A GRANDE mídia brasileira, uma das mais descontroladas e mais licenciosas do mundo, não tem mesmo limites. Trocou o jornalismo sério, independente, investigativo e imparcial pela prática rasteira da intriga e do fuxico. É perfeitamente possível identificar com clareza alguns sintomas desse, digamos, amesquinhamento da mídia nativa que se imiscuiu na política partidária e tomou, naturalmente, o partido da direita.

             Nesse espetáculo midiático em que ela transformou a operação Lava Jato, mente sem pudor, distorce e interpreta as informações como melhor lhe convém, cria factoides descaradamente – e tudo para atingir o Partido dos Trabalhadores, bem como o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. Por exemplo, é uma mentira deslavada que o empresário Marcelo Odebrecht, preso na Polícia Federal em Curitiba, entregou um bilhete a um dos policiais mandando destruir um e-mail que poderia incriminá-lo.

         Alguém acredita que o empresário entregaria um bilhete desses nas mãos de um policial? E, demais, o e-mail a que ele se referia era do domínio público, constava do processo e já não poderia ser destruído, senão apenas “rebatido”, como o empresário pediu a seus advogados. Foi grotesco o escândalo que a Rede Globo, os grandes jornais e as grandes revistas da imprensa burguesa fizeram em torno desse bilhete, distorcendo seu conteúdo só porque o empresário preso seria muito “próximo de Lula”. É muita desconsideração para com a inteligência do povo!

          Depois, foi a vez da Folha de S. Paulo noticiando que o ex-presidente Lula da Silva havia impetrado um habeas corpus preventivo para evitar que sua prisão fosse decretada pelo juiz da operação Lava Jato. Era outra mentira descarada. Quem impetrou esse ridículo habeas corpus foi um cidadão de Campinas, que tem a mania de ajuizar tal medida em favor de pessoas e políticos famosos.

               Agora inventaram que o ex-presidente Lula da Silva está criticando publicamente a presidenta Dilma Rousseff e o Partido dos Trabalhadores para se “descolar” de ambos e viabilizar sua candidatura em 2018. É outra mentira deslavada. Lula da Silva fez uma autocrítica sincera sobre a nova realidade do PT, sobre a crise política que a agremiação enfrenta e, especialmente, sobre o possível enfraquecimento das antigas utopias do partido.

             Assim que a presidenta Dilma Rousseff viajou para os Estados Unidos nesta semana, a mídia “comprada”, ao invés de noticiar a agenda positiva da presidenta naquele país, preferiu continuar fazendo fuxico e plantou outra mentira para semear a discórdia e a cizânia: noticiou que Lula da Silva foi a Brasília, aproveitando a ausência da presidenta, para resolver a crise política, como se a ocupante do Palácio do Planalto fosse uma adversária incompetente e a presença dela na capital pudesse atrapalhar as ações do ex-presidente.

               Aliás, o jornal Folha de S. Paulo vem noticiando sistemática e descaradamente que as relações entre Lula da Silva e Dilma Rousseff andam “estremecidas”. Todavia, muito ao contrário do que informou o jornal sobre essa ida de Lula a Brasília, para conter a crise política na ausência da presidenta da república, o ex-presidente mal chegou à capital federal e já foi logo declarando aos deputados e senadores que está “150% à disposição para ajudar Dilma”.

             Sobre a delação feita na operação Lava Jato pelo empresário Ricardo Pessoa, da empresa UTC, a mídia nativa fez um verdadeiro escarcéu, divulgando o vazamento seletivo de informações sigilosas que atingem apenas os maiores quadros do PT, o líder Lula da Silva e a presidenta Dilma Rousseff, do PT. Assim, informaram que a campanha de Dilma teria recebido R$ 7,5 milhões da UTC em 2014, divulgando que essa doação foi ilegal, ao mesmo tempo em que esconderam descaradamente que Aécio Neves recebeu R$ 8,7 milhões da mesma empresa, na mesma campanha eleitoral. O dinheiro que a UTC repassa a Dilma Rousseff é propina ou caixa dois, mas a grana que sai dessa empresa para a campanha de Aécio Neves é simples “doação”.

           E por aí vai… Os exemplos são intermináveis. É uma mentira atrás da outra. E essa mentirada toda constitui um insulto à inteligência da população brasileira, uma enorme deslealdade. Mas, não é todo mundo que engole ingenuamente, feito inocente midiático, essas manobras e maracutaias caluniosas da mídia corporativa e partidária. Não sei não, mas a mídia brasileira anda exagerando tanto que até a Velhinha de Taubaté já desconfia de suas estratégias, de seus interesses e dos objetivos escusos que, geralmente, estão por trás das notícias falaciosas e das informações distorcidas divulgadas diariamente para atingir o Partido dos Trabalhadores, seus dirigentes e seu líder máximo.

           Como o povo brasileiro anda bastante atiçado contra a impunidade – sobretudo a classe média que se diz bem informada, e que deseja punir severamente todos os corruptos, seria bom que começassem a exigir uma “lei de meios” para combater a irresponsabilidade e a corrupção da mídia brasileira, pois, alguém já disse: o maior estrago que uma “mídia medíocre” pode fazer é tornar o povo que ela manipula e desinforma tão medíocre quanto ela.

__________

http://www.avessoedireito.com

Esse post foi publicado em Avesso e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s