Arquivo do mês: maio 2013

Os juristas e as greves

    NINGUÉM gosta de greves. Elas são sintoma (ou sinônimo) de balbúrdia, confusão, desordem. Apesar de constituírem um direito humano fundamental de segunda geração, duramente conquistado pela classe trabalhadora no início do século XX – pioneiramente com a Constituição mexicana de 1917 e, em … Continuar lendo

Publicado em Direito | 2 Comentários

A última mensagem do general

     POR MAIS que a morte possa ser considerada um fato natural, cotidiano e talvez até mesmo corriqueiro, a verdade é que “a morte de alguém” sempre tem algo de inquietante, algo que suscita uma certa atmosfera de respeito. O filósofo francês Jacques Derrida dizia que essa inquietação e o respeito … Continuar lendo

Publicado em Avesso | Deixe um comentário